Serviços

VIDRARIA - VIDROS

glassmaking | verrerie | glasherstellung | cristalería

O vidro é parte integrante na arquitectura, a sua utilidade e durabilidade é indiscutível.

O vidro é uma substância inorgânica, homogénea e amorfa, obtida com o resfriamento de uma massa líquida à base de sílica.

Em sua forma pura, o vidro é um óxido metálico super esfriado transparente, de elevada dureza, essencialmente inerte e biologicamente inactivo que pode ser fabricado com superfícies muito lisas e impermeáveis.

 

O vidro é basicamente feito por areia, calcário, barrilha, alumina, corantes e descorantes. As matérias primas que compõem o vidro são os vitrificantes, fundentes e estabilizantes.

 

A sílica, matéria prima essencial, apresenta-se sob a forma de areia; de pedra cinzenta; e encontra-se no leito dos rios e das pedreiras. Depois da extração das pedras, da areia e moenda do quartzo, procede-se a lavagem a fim de eliminar-se as substâncias argilosas e orgânicas; depois o material é posto em grandes recipientes de matéria refratária, para ser fundido. A mistura vitrificável alcança o estado líquido a uma temperatura de cerca de 1300°C e quando fundem, as substâncias não solúveis surgem à tona, sendo então retiradas.

 

Depois da afinação, a massa é deixada em processo de repouso e de assentamento, até baixar aos 800°C, para depois ser talhada.

Guardas

  • Tipos de Vidro 
  • Vidro liso ou texturado, colorido (gris, verde, bronze, etc) ou incolor
  • Vidro temperado ou termo endurecido
  • Vidro simples, duplo, triplo, etc, em que a câmara interior pode conter ar desidratado ou gás inerte
  • Vidro laminado de segurança, com PVB incolor, podendo ser em simultâneo temperado e/ou com PVB estrutural. Vidro laminado decorativo
  • Vidros de segurança, contra-fogo
  • Vidro de auto-limpeza
  • Vidro com capa de controlo solar, com capa transparente, sendo um depósito de origem metálica
  • Vidros térmicos e/ou acústicos
  • Vidro foscado a ácido ou a areia, artístico, parcial ou total
  • Vidro impresso, termo formado, esmaltado, lacado, serigrafado
  • Vidros planos ou curvos
  • Vidro para pavimento, anti-derrapante
  • Vidro exterior agrafado
  • Vidro com comando de opacificação comandada
  • Vidro anti-reflexo
  • Espelho, espelho impresso, espelho de longa duração, espelho com tonalidade bronze, cinza ou verde

O vidro pode ser aplicado em:

O vidro pode ser aplicado em:

  • Escritórios e Edifícios comerciais
  • Edifícios Públicos
  • Lojas
  • Escolas e Hospitais
  • Naves industriais
  • Apartamentos e vivendas
  • Varandas, janelas de fachada ou de tecto, portas, fachadas, marquises, terraços envidraçados
  • Edifícios especiais, de elevada exigência a nível de segurança como:
    • Locais de operações financeiras, Bolsas, Bancos, etc.
    • Postos de policia
    • Instalações militares
    • Embaixadas
    • Prisões
    • Relojoarias
    • Ourivesarias

Montagens

Vidros, Regulamentação

A Regulamentação existente responde primordialmente aos problemas de Isolamento Térmico e Acústico, assim como de Protecção contra Incêndio.

O LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil – fez publicar o ITE 9 com a designação: Tecnologia de Aplicação de Chapa de vidro em edifícios, na qual constam bastantes disposições para as boas práticas de montagem.

Existem ainda algumas normas NP aplicáveis à tecnologia do vidro plano, contudo devido à internacionalização desta actividade as Normas Europeias, EN foram se impondo no dia a dia da actividade vidreira destacando-se em seguida as principais Normas Europeias:

 

EN 81-1 - Norma com especificações vidreiras para elevadores

EN 12600 – Norma de Certificação do Vidro Laminado com função de Guarda

EN 12150 – Norma de Certificação do Vidro Temperado Termicamente

EN 12543 – Norma de Certificação do Vidro Laminado como Material de Segurança, contra Cortes, Vandalismo, etc

EN 140 - Norma de Certificação do Vidro como Material de Isolamento Acústico

EN 673 – Norma de Cálculo dos Factores de Transmissão Luminosa e Energética do Vidro

EN 410 – Norma de Cálculo do factor de Transmissão Energética Total do Vidro

Vidro Laminado

Vidros e Segurança

Tabela com indicação do tipo de vidro a aplicar de acordo com o tipo de utilização

Tipo de Aplicação Vidro de segurança
Temperado Laminado
Balcões Sem risco de ferimento para pessoas x x
Com risco de ferimento para pessoas   x
Cabines de Duche   x  
Elevadores      
Divisórias, paredes interiores e corta-vento Caindo pelo menos de 90cm sem risco x x
Com risco de queda de pessoas   x
Janelas Caindo pelo menos de 90cm de um nível do chão
- no qual a soleira pende de mais de 1.50m do nível do solo e com risco de queda de pessoas
  x
- sob uma zona de forte concentração humana (terraços, entradas de cinema...)
sem risco de ferimentos das pessoas
x x
Caindo acima dos 90cm do nível do solo: todos os tipos de janela menos as de correr sem sistemas de retenção e sob nas zonas de forte concentração humana x x
Paredes interiores que apresentam riscos particulares Salas de desporto acima de 2m x x
Salas de desporto abaixo de 2m   x1
Locais públicos abaixo de 2m   x1
Coberturas Sob uma zona de concentração humana de passagem ou estadia prolongada   x
Locais ocupados ocasionalmente (estufas, armazéns, ...) / /
Vitrinas Caindo pelo menos de 90cm do nível do solo (do lado com maior acessibilidade) x x

O tipo de vidro mencionado na tabela é utilizado em caso de "riscos normais", para outros casos como exemplo, "risco de roubo ou riscos de agressão" contacte-nos.

x1 Vidro laminado reforçado, ex: 44.4 ou 55.4, ...

VETROMETAL, Lda. 

Estrada Octávio Pato, 177

Talaíde Park, Nave D3

2635-631 RIO DE MOURO

PORTUGAL

Facebook

Tel Geral: (+351) 213 630 983

Tel SOS24: (+351) 210 939 484

Fax: (+351) 213 636 682

E-Mail: info@vetrometal.com